Retrospectiva do Caso eu case

Vai chegando essa época e sempre bate aquela nostalgia, o ano inteiro passa na cabeça e a gente começa a pensar no que foi bom, no que poderia ter sido melhor, nas conclusões e expectativas para o ano seguinte.

Esse ano foi um ano diferente pra mim. Foi o meu primeiro ano casada, com todas as alegrias e mudanças que isso envolve e foi uma delícia viver tudo isso, começar ter as nossas coisas, a nossa família e a nossa casa. Além disso, foi o primeiro ano do Caso eu case e foi, entre outras coisas, um grande desafio.

Leia Mais

Como escolhi a decoração do meu casamento

Depois que conseguimos decidir o lugar, o próximo passo era pesquisar a decoração. Sou uma pessoa muito discreta, básica e simples e acredito muito que o casamento tem que refletir um pouco da personalidade e “jeitinho” dos noivos. Por mais bonita, apaixonante e elegante que seja uma festa muito suntuosa, cheia de brilhos, peças grandes e imponentes, nada disso combinaria com o conceito que eu imaginava para a decoração do meu casamento. A minha pastinha do Pinterest era cheia de referência dos garden weddings e eu queria mesmo casar no jardim e receber nossos convidados como se estivéssemos recebendo na nossa casa, algo mais aconchegante, delicado e natural. Recebi uma indicação da Amor Perfeito de Minas e, desde o primeiro contato, tinha certeza que não precisava procurar mais. A Cecília entendeu de cara o que eu queria, embarcou direitinho nas minhas ideias, teve a maior paciência do mundo com meus pequenos desesperos e, no final das contas, ainda conseguiu me surpreender e ir muito além do que eu imaginava. Deu pra ver o carinho dela em cada detalhe, a atenção em cada comentário que eu fiz e as pequenas “surpresas” que ela fez pra mim deixaram tudo ainda mais especial.

Leia Mais

O vídeo do meu casamento

Na época que comecei a organizar o casamento e escolher os fornecedores, fiz uma planilha com um esboço de quanto mais ou menos podia gastar com cada coisa e percebi que não daria para fazer tudo que eu queria. Vi que teria que cortar algumas coisas e então, sem pensar muito, decidi que não faria o vídeo. Eu tinha uma ideia na cabeça daqueles filmes “antigos”, que nós nunca assistimos e, naquele mundo de coisas que a gente quer contratar, isso me pareceu o menos importante. Até parece, né?

Leia Mais

Em dúvida sobre a filmagem do casamento

Esse é um assunto um pouco polêmico, né? Já ouvi essa pergunta várias vezes e, eu mesma, fiquei muito em dúvida sobre a filmagem do casamento. É uma coisa cara, as técnicas foram se desenvolvendo, a filmagem passou a ter várias particularidades e estilos e deixou de “vir junto” com a fotografia.

Leia Mais