Sobre o Mini Wedding

O Mini Wedding é bem comum nos Estados Unidos e na Europa e tem sido cada vez mais procurado pelos noivos brasileiros. Indo contra a tradição de um evento enorme, os casamentos têm se tornado cada vez mais intimistas, não só pela redução do número de convidados, mas também pela transformação em algo mais pessoal, em que os noivos querem estar rodeados de pessoas próximas e que fazem parte da vida do casal. Aquela tradição dos pais convidarem dezenas de colegas do trabalho e da festa ter vários convidados que os noivos não conhecem, vem dando lugar a uma cerimônia mais íntima, cheia de detalhes pessoais e toques que remetem aos noivos.

Aquele padrão “engessado” dos casamentos, da cerimônia na igreja seguida de festa em um salão enorme, vem abrindo espaço para um evento mais aberto e adaptável ao gosto nos noivos. O Mini Wedding abre ainda mais o leque de possibilidades, já que não demanda um lugar com uma estrutura muito grande, podendo ser realizado em diversos lugares diferentes, como um restaurante que os noivos gostem, a fazenda da família, um hotel legal ou até na casa dos pais.

É importante lembrar que o que define o mini wedding é a quantidade de convidados, que não passa de 100 pessoas. Sendo assim, se engana quem pensa que é sempre simples ou informal, já que quem dá a cara do evento são os noivos. Pode ser um almoço super descontraído, um casamento “comum” ou uma noite chiquérrima em um hotel de luxo, desde que tenha uma lista de convidados pequena.

Sabendo disso, dá pra perceber que nem sempre escolher o mini wedding significa que o casamento será mais barato. É claro que alguns fornecedores, como o buffet, a bebida, o aluguel das cadeiras e as lembrancinhas podem reduzir o valor de acordo com a diminuição do número de convidados, mas tudo depende do que os noivos vão escolher. Como é um evento pequeno, dá vontade de investir mais na comida, de escolher uma bebida mais refinada e de caprichar em detalhes da decoração. Por outro lado, por ser bem mais íntimo que um casamento grande, combina bastante com elementos românticos, vintage e com a cara do casal, abrindo um mundo de ideias novas para utilização de objetos pessoais e detalhes DIY (do it yourself, ou faça você mesmo), o que pode reduzir o custo.

Os Mini Weddings em restaurantes tem sido os preferidos dos noivos, (vocês viram o da Laíze e do Bruno?). Eles já tem um mobiliário próprio, geralmente bem bonito, e pedem uma decoração menos elaborada para não brigar com a decoração já existente. Além disso, propiciam uma experiência gastronômica diferente, já que na maioria das vezes oferecem o serviço bistrô, ao invés do buffet comum.

Não pensem que, por ser um Mini Wedding, o casamento será menos animado, menos bonito ou menos emocionante, pelo contrário. Por contar apenas com as pessoas mais próximas e levar mais em conta o gosto do casal, os noivos e os convidados acabam se divertindo até mais!

Comente ♥