Formas diferentes de jogar o buquê

Um dos momentos mais esperados pelas amigas da noiva, com certeza, é a hora do buquê. Todo mundo sabe que, de acordo com a tradição, quem pegar o buquê será a próxima a casar e esse momento costuma render ótimas fotos e casos super divertidos.

Na Idade Média, as convidadas costumavam levar uma parte do vestido da noiva para dar sorte e, no século XIV, para evitar que o vestido fosse rasgado, as francesas começaram a jogar outras coisas para as convidadas. Foi assim que essa história começou e, atualmente, existem várias formas diferentes de jogar o buquê. Vamos ver algumas?

♥ O jeito tradicional

O jeito tradicional todo mundo já conhece. A noiva vai lá na frente (ou no palco, se tiver), chama as solteiras no microfone, o DJ toca uma música animada e ela joga o buquê pra quem quiser pegar. É um momento gostoso, as convidadas se divertem e a pista fica animada e cheia. Já vi algumas vezes a noiva dar o buquê original pra mãe e jogar um outro mais simples e confesso que queria ter feito isso. Achei lindo!

♥ O buquê de fitas

Essa é uma alternativa que tem sido muito usada por noivas que querem variar e inovar um pouco. Várias fitas coloridas são pregadas no buquê, as pontas são distribuídas para as solteiras e a noiva vai cortando fita por fita. A última que sobra é a sortuda e o buquê é dela. Como é diferente do tradicional, surpreende os convidados e rende fotos lindas e coloridas!

♥ O Santo Antônio

O Santo Antônio é conhecido por ser o santo casamenteiro e, por isso, é tão usado nesse momento. Pode ser um buquê com vários santinhos para um tanto de gente pegar, um santo de pelúcia grande ou até medalhinhas distribuídas na pista de dança. É comum, inclusive, a noiva jogar o buquê tradicional e depois jogar os santinhos para “consolar” as solteiras que não pegaram.

Pode misturar o Santo Antônio com o Buquê de Fitas? Pode!

♥ O buquê trancado

Nesse caso, o buquê é colocado dentro de uma caixa (ou gaiola, algo do tipo) e trancado. As convidadas pegam uma chave, que pode ser jogada ou distribuída, e quem conseguir abrir a caixa é a sortuda do buquê. Na minha opinião, é um pouco “perigoso” no caso de casamentos com muitos convidados, porque pode dar fila, demorar demais e acabar desanimando o pessoal.

Pode misturar o Santo Antônio com a caixa? Pode!

♥ Os sapinhos

Essa história a gente ouve desde de criança: a princesa beija o sapo e ele vira príncipe. Daí veio a ideia de jogar sapinhos para as convidadas… Vai que algum vira, né?

♥ Os “buquês” do noivo

Para o noivo não ficar de fora da brincadeira, inventaram algumas coisas pra ele jogar para os amigos também. O mais comum é a caixa de whisky (vazia, é claro) que vale uma garrafa de whisky para quem conseguir pegar. Para variar um pouco disso, já vi o buquê de piriguetes (já que o noivo vai casar, está jogando as piriguetes para os amigos), a agenda (o famoso blackbook, cheio de telefones “perigosos”), a liga da noiva (dizem que o noivo tem que tirar com a boca!) e a bomba.

E vocês? Já pegaram muito buquê por aí? Eu nunca peguei, vocês acreditam?

Comente ♥