5 filmes de romance para vocês assistirem no feriado

Quem me acompanha no Instagram Stories (segue o casoeucase por lá!) sabe que estou “de molho” em casa esses dias. Fiz uma cirurgia para tirar a vesícula na sexta feira e, como estou de repouso em frente a TV, resolvi separar alguns filmes de romance para vocês assistirem no feriado ou no fim de semana, já que o feriado é só para quem mora em BH. Para facilitar a vida de todo mundo, preferi indicar apenas filmes que estão disponíveis no Netflix. Que eu amo romances, todo mundo já sabe, mas esses são alguns dos meus preferidos e espero que deixem o feriado de vocês ainda mais gostoso!

About Time (Questão de Tempo) – 2013

Esse é um dos meus filmes preferidos de todos os tempos e já assisti mil vezes! Adoro os cenários, as histórias, a trilha sonora e a forma que nos mostra a importância de valorizar as pequenas coisas, o dia-a-dia e tudo de bom que temos em volta. Ah, e também é um dos meus casamentos de filme preferidos! Todo mundo tem que assistir um dia!

Em seu aniversário de 21 anos, Tim recebe a notícia do pai de que ele e todos os homens de sua família têm uma habilidade especial: eles conseguem viajar no tempo. Mas somente conseguem ir para um passado que já viveram e não para o futuro ou para uma época anterior ao seu nascimento. Tim é um pouco cético no começo, mas quando descobre que seu pai não está mentindo, ele decide usar seu dom para conseguir uma namorada. Depois de uma tentativa frustrada com uma amiga de sua irmã, ele decide se mudar para Londres e tentar a sorte novamente. Lá ele conhece Mary, por quem se apaixona. Mas por voltar várias vezes no passado, ele acaba alterando sua realidade e precisa fazer de tudo para conhecer Mary mais uma vez.

Esse enredo pode parecer um pouco esquisito (viagem no tempo? sério mesmo?!), mas, acreditem, isso é só uma impressão. Richard Curtis conseguiu usar esse plot ‘esquisito’ ao seu favor e criou um dos filmes mais bonitos que eu já vi. 

(…)

Você não dá gargalhadas, mas o filme te deixa com um sorriso no rosto. O diretor conseguiu combinar os gêneros de romance, comédia e drama de uma forma perfeita. 

(Resenha retirada do blog Conversa Cult)

♥ Love, Rosie (Simplesmente Acontece) – 2014

Eu assisti esse no cinema e depois disso já vi algumas outras vezes. Adoro o fato de parecer real, com os encontros e desencontros e idas e vindas que a vida dá.

Alex (Sam Claflin) e Rosie (Lily Collins) são amigos inseparáveis que cresceram juntos em Londres, compartilhando entre si suas melhores experiências. Tudo muda quando Alex ganha uma bolsa de estudos e passa a morar nos EUA. Separados, seus caminhos agora são outros. Mas nos tempos de hoje é impossível não se conectar. E, em se tratando de amor, o difícil é fazer as escolhas certas.

♥ The Choice (A Escolha) – 2016

Vi esse filme ontem, já no meu repouso da cirurgia, e adorei. Sou fã dos romances do Nicholas Sparks (autor de O Diário de uma Paixão, meu preferido de todos os tempos) e reconheci os traços característicos dele logo que comecei a assistir. O que mais me encanta nas histórias dele é o amor quase palpável dos personagens, principalmente dos homens. É lindo de ver!

Travis Parker (Benjamin Walker) tem uma vida confortável, um bom emprego, amigos leais e uma casa em pequena cidade costeira. Ele busca diariamente viver plenamente e acredita que um relacionamento sério limitaria o seu estilo de vida. Isso até que Gabby Holland (Teresa Palmer) se muda para a casa ao lado. Mesmo que ela tenha um namorado, a moça o instiga logo de cara e faz com que os dois se entreguem a uma relação que nenhum deles esperava.

♥ Letters to Juliet (Cartas para Julieta)

Além da vontade louca que esse filme me dá de pegar um carro e viajar pela Itália com o meu marido, a história é linda, sobre a importância de acreditar no amor.

Sophie (Amanda Seyfried) é uma aspirante a escritora que viaja para a Itália ao lado do noivo Victor (Gael García Bernal), que sonha em ter seu próprio restaurante. Em Verona, onde se passou a história de Romeu e Julieta, local perfeito para uma lua de mel antecipada, Sophie acaba percebendo que seu noivo está mais interessado nos fornecedores para seu restaurante do que nela. Na cidade descobre uma antiga carta de amor e junta-se a um grupo de voluntárias que responde estas missivas amorosas. Para sua surpresa, a remetente Claire Smith (Vanessa Redgrave) ouve o conselho dado na resposta e vai procurar Lorenzo, por quem se apaixonou na juventude. Mas existem muitos italianos com o mesmo nome e Sophie demonstra interesse em ajudá-la na tarefa, desagradando o neto Charlie (Christopher Egan), que já tinha reprovado essa louca aventura da avó viúva.

(Sinopse retirada do site Adoro Cinema)

♥ A lot like love (De Repente é Amor) – 2005

Esse filme é mais antigo, mas não deixa de ser uma delícia de assistir. Mostra como às vezes demoramos para enxergar o amor e como ele pode continuar a existir mesmo que o tempo passe e a vida mude.

Oliver (Ashton Kutcher) e Emily (Amanda Peet) se conhecem em um vôo que cruza os Estados Unidos. Ele é um recém-formado que procura seguir um cronograma rígido para sua vida, de forma que consiga alcançar sucesso profissional o mais rapidamente possível e também encontrar o amor de sua vida. Ela é espontânea e indisciplinada, do tipo que prefere ver aonde a vida leva ao invés de fazer planos para o futuro. Oliver e Emily imediatamente sentem atração um pelo outro, mas as características de ambos são incompatíveis. Durante os sete anos seguintes eles se encontram periodicamente, mas tudo parece conspirar para que eles sempre estejam separados.

(Resenha retirada do site Adoro Cinema)

E aí? Alguém assistiu? Me contem o que acharam nos comentários! E se tiverem mais dicas de coisas para ver na TV ou no Netflix, acho que vou precisar! Rs

Comente ♥