Como escolher a data do casamento?

Parece uma decisão simples, mas é super comum os noivos ficarem um pouco perdidos na hora de escolher a data do casamento, afinal de contas, será um dia super importante e todo mundo quer que seja perfeito. Como sei que essa fase dos preparativos não é fácil, especialmente o começo, que é cheio de novidades, separei algumas dicas para tentar ajudar vocês a decidir quando será o grande dia.

É importante considerar a estação do ano: eu sei que aqui no Brasil as estações não são bem definidas e o clima pode pregar peças em todo mundo, mas se vocês já tem alguma coisa em mente, vale a pena levar em conta a época do ano. Se pretende casar em um local todo aberto, por exemplo, lembre-se que nos meses de junho, julho e agosto seus convidados podem morrer de frio e talvez seja interessante pensar em um plano B, como aquecedores ou pashminas de lembrancinha. Se o seu sonho é um casamento ao ar livre, vale a pena tentar evitar os meses com maior índice de chuva ou já considerar o aluguel de tendas desde o início.

A escolha da data pode impactar o orçamento: em vários aspectos, inclusive. Em primeiro lugar, alguns preços costumam variar bastante caso vocês escolham casar em uma sexta, ou domingo, já que sábado costuma ser o dia mais concorrido. Durante a semana, então, dá pra fazer uma economia e tanto. Além disso, alguns meses do ano são mais concorridos que outros e, nesses casos (como maio e setembro), é mais difícil conseguir descontos ou oportunidades diferentes, já que a demanda é alta para os profissionais. Um outro ponto que pode variar também, são os fornecedores que trabalham com produtos sazonais, como flores e algumas comidas, já que a época do ano influencia no preço dos produtos.

♥ Pense no deslocamento seus convidados: caso esteja planejando um destination wedding, ou se o casamento for demandar um deslocamento de muita gente da família, como é o caso de quem tem família no interior e vai casar em BH, vale a pena considerar uma data próxima a algum feriado. Dessa forma, a viagem fica menos cansativa e seus convidados conseguem aproveitar melhor o passeio.

♥ Não se esqueça da lua de mel: é comum focar demais nos preparativos do casamento e deixar para planejar a lua de mel por último, mas lembrem-se que a escolha da data influencia diretamente na viagem. Em primeiro lugar, é preciso certificar se vocês poderão tirar férias nesse período, ou se a licença para casamento será suficiente para a viagem. Além disso, é importante conversar sobre o destino que tenham em mente, para escolher a melhor época do ano para visitar aquele lugar. Se querem um lugar com neve, ou vão para uma praia e querem um solzão todos os dias, vale a pena escolher uma época condizente com aquela temperatura. O mesmo vale evitar para condições climáticas diferentes, como a época de tornados no caribe, ou as monções do sudeste asiático. Além disso, vale ressaltar que, para quem quer economizar um pouco na lua de mel, uma boa dica é evitar as altas temporadas e férias escolares.

♥ Se é uma data especial, reserve tudo com antecedência: da mesma forma que é comum os noivos terem dúvidas na hora de escolher a data, também acontece muito de quererem casar em um determinado dia específico, seja o aniversário de namoro, o dia que se conheceram, a data do casamento dos pais ou alguma outra data que seja especial para os dois. Se esse for o caso, é importante reservar os fornecedores com uma antecedência maior (especialmente aqueles que só podem fazer um casamento por data, como lugar e fotografia), especialmente se também já tiver em mente algum fornecedor específico. Já que é uma data importante, acho legal contar para os convidados o motivo, ou a história por trás dessa escolha e isso pode ser feito no save the date, em algum item de papelaria ou até mesmo no site do casamento.

Cuidados com outros casamentos: eu sei que os noivos tendem a não querer interferência externa e a escolher os detalhes do casamento pensando na vontade e nos sonhos deles, e isso faz todo sentido. O dia é de vocês e a ideia é que seja tudo do jeito que sonharam, mas não custa nada verificar se vai ter outro casamento importante na data que estão pensando em marcar. Mesmo que não seja alguém próximo, ou alguém que vai ser convidado, vale pesquisar se alguém da família ou algum amigo dos padrinhos, ou de um grupo de convidados vai se casar naquele dia. Parece bobeira, mas qual é o sentido de fazer seus convidados terem que optar entre dois casamentos importantes no mesmo dia? Se for possível evitar, é melhor.

♥ Vale a pena casar nas férias ou em datas festivas? Para quem está pensando em casar nas férias escolares e muito perto de datas festivas (como natal, réveillon ou carnaval), vale lembrar que muitos dos convidados podem estar viajando e que essas viagens normalmente são planejadas (e pagas) com antecedência. Se for o caso, acho uma boa ideia mandar um save the date com uma antecedência maior, para as pessoas se organizarem e conseguirem estar presentes.

Comente ♥