Como escolhi o lugar do meu casamento

A primeira coisa do casamento que eu escolhi foi o espaço, já que essa escolha guiaria praticamente todas as outras. Por uma questão de logística, eu queria que a festa e a cerimônia fossem no mesmo lugar e sempre me imaginei casando em um local aberto, durante o dia, com um clima e uma decoração bem românticos.

Começamos a olhar as coisas em dezembro e, nesse meio tempo, viajamos para o Park Hotel Mantiqueira com a minha família para passar o fim de ano. Eu cismei que queria casar lá. O hotel é lindo, parecia com todas as fotos da minha pastinha no Pinterest e fica em Barbacena, cerca de 150km de BH. Pedi informações na recepção, conversei com fornecedores que eles indicaram e pensei seriamente na possibilidade de fazer um destination wedding.

Conversando com meu noivo, percebemos que esse deslocamento poderia ser complicado para as nossas famílias e que o número de quartos do hotel talvez não fosse suficiente para todos os convidados. Além disso, como é relativamente perto, ficamos preocupados com a possibilidade de algumas pessoas pegarem estrada depois da festa e acabamos desistindo.

Voltando para BH, comecei a procurar lugares que tinham as coisas que eu queria: espaço verde para fazer a cerimônia, lugar coberto para a recepção e uma boate no mesmo ambiente da festa. Apesar de BH ter muitos lugares lindos, a procura não foi muito fácil, afinal, além de ter tudo que procurávamos, o local precisava caber no nosso orçamento e estar disponível na nossa data.

Comecei olhando a capelinha do Retiro das Pedras, que, além daquela vista maravilhosa, tem um significado muito grande pra mim, mas apesar de ter tentado de todos os jeitos, ela só pode ser usada por moradores do condomínio e familiares. Também pesquisei o clube do Morro do Chapéu, que tem uma vista linda, mas só pode ser usados por familiares dos sócios do clube.

Já tinha ido em uma festa no Gaia e amei, mas fiquei com medo do espaço ser muito grande para o tipo de casamento e de decoração que eu queria fazer. Além disso, sou meio “neurada” com segurança e ficaria preocupada em relação às pessoas que acabariam estacionando o carro longe.

No ano anterior, fomos em um casamento no Clube do Ipê e eu vi no Casando em BH fotos maravilhosas de um casamento no deck do clube, mas quando liguei, não tinha mais datas para o segundo semestre de 2015.

Outro lugar que eu amei foi o Espaço Bodocó. Fiquei encantada, mas a distância me incomodava um pouco, já que fica em Betim.

Saindo um pouco do que eu tinha em mente, olhei também a Casa Bernardi, o Chateau Belvedere e o Restaurante Pellegrino, mas queria uma área verde grande para a cerimônia e isso não saía da minha cabeça.

E então fomos visitar o Serra Del Rey Country Club. Já tinha ido em um casamento lá, mas como foi de noite, não prestei atenção no que eu estava procurando. Tem uma área pequena para a cerimônia mas, no ângulo certo e com a decoração ideal, ficaria perfeito. O salão é mais rústico, com varanda, com cara de casa, exatamente como eu queria e, por ser dentro do condomínio, o estacionamento era seguro e fácil. Além disso, para completar, o preço era ótimo e a data estava guardadinha pra mim. Foi o primeiro contrato que eu assinei e, no final, ficou ainda melhor que eu imaginava! As fotos foram tiradas pela Camila Magalhães e a decoração foi feita pela Cecília, da Amor Perfeito de Minas. Vai ter posts com mais detalhes de cada uma, aguardem!

Comente ♥