A cerimônia personalizada do Casal Cheio de Sorte

Making Of

O dia começou cedo. Ainda bem. Acho que a minha expectativa e da Camila era quase tão grande quanto a da noiva. Chegamos na Clarisse Padilha antes da Carol, às 7 da manhã. Nós duas também merecíamos ficar mais bonitas nesse dia tão especial, né? Passou um pouquinho e a noiva chegou. A Val chegou lá também, super animada para não perder nem um clique desse making of cheio de ansiedade. No meio das maquiagens, a Tati da Gallios chegou para entregar o buquê e as lapelas e deixou a noiva com o olho cheio d’água. A Aline e o Marcos, da Enfim Nós Filmes, também passaram por lá e confesso que estou doida pra ver as cenas do vídeo lindo que eles estão produzindo. Por fim, chegou a , que não podia ficar de fora desse momento gostoso e ainda, com uma calma que é só dela, ajudou a fechar o vestido da Carol.
Enquanto estávamos ficando prontas, o Wander já estava na Casa Ateliê fotografando os detalhes da decoração, do convite feito com carinho pela 4you casamentos, do noivo se arrumando e da montagem que já estava acontecendo desde cedo.
 Dez horas. Era a hora marcada para chegarmos lá na Casa Ateliê. Eu e a Camila decidimos que levaríamos a noiva de carro até lá e confesso que foi uma ótima ideia. Fomos rindo, conversando, ouvindo música e respirando fundo, todas juntas. Era muita emoção, pra pouca distância, até que chegamos. As meninas da Oba! Eventos, já estavam lá organizando tudo desde cedo, com um carinho e cuidado que, mais uma vez, dava pra sentir no ar. Liberaram o salão e a noiva subiu para umas fotos. Não dava pra perder aquele cenário lindo que é a Casa Ateliê. No meio do caminho, surgiu a ideia de fazer um first touch. Eles deram as mãos, ainda sem se ver, enquanto a Renata lia um texto lindo da Maria Rezende sobre o casamento.
Estava chegando o momento pelo qual esperamos tanto…

A cerimônia

Era impossível entrar na Casa Ateliê e não ficar emocionada. As paredes de lá já são pura poesia e nos inspiraram desde o início do projeto. Como se isso não bastasse, a Mari, da Fest Mobille, conseguiu deixar o espaço ainda mais bonito, aconchegante e com cara de “nossa casa”. Parecia que tínhamos convidado aquelas pessoas todas para almoçar no domingo. E ainda tinha a Áquila, com a voz mais doce do mundo, cantando baixinho e fazendo um último ensaio antes de tudo começar. Encheu meu coração de alegria ver todo mundo ali, dando os toques finais no nosso sonho. E falo nosso, porque era meu e da Camila também, não só dos noivos.

A gente já sabia o repertório e o comecinho de “Dia Branco” anunciou a entrada do noivo com a mãe. Depois dele, vieram os casais de padrinhos que eles escolheram com tanto carinho. A leveza que tudo ia acontecendo era de impressionar. Parecia que estava tudo ensaiado, perfeito. Acontece isso, quando tem um cerimonial competente e cuidadoso cuidando de tudo e as meninas da Oba! Eventos estavam lá. Para derreter o coração de todo mundo, a Maria, filhinha da Áquila, cantou com a mãe na entrada das daminhas e pajens, que ficaram uma fofura a parte com as roupas da Princess Damas.

E, então, foi a vez da noiva. Ela desceu as escadas sozinha, enquanto o pai esperava emocionado com o buquê dela na mão. Veio devagarinho, encantando a todos e deixando o Thiago quase sem ar. Que encontro! Que abraço!

Era a deixa que a Renata precisava para começar a poesia dela. E que poesia. Já deixei o áudio completo quando contei a história deles (clique aqui pra ver!), mas não tem ninguém que discorde do quanto foi emocionante, única, personalizada e especial. Ela contou a história deles do jeito mais doce que existe, convidou a vó da noiva para dar uma bênção em nome da família e trouxe uma caneca de café para carregar para sempre a assinatura deles.

“Então, quando o dia for ruim e faltar paciência ou tolerância: não durmam brigados, ponham a mesa, bolo, pão, biscoitos, aquele café coado. Escolham essas xícaras verdes que eu trouxe de presente. Nelas estão guardadas o significado da letra da primeira dança de vocês: tu é trevo de quatro-folhas, é manhã de domingo à toa, conversa rara e boa, pedaço de sonho que me faz querer acordar pra vida. Nos dias que falhar a fé, tomem juntos um café, acordem pra vida. Vão á luta. Continuem regando esse trevo que nasce no jardim que é só de vocês. As assinaturas de hoje, então, são nessas canecas que é um jeito desse dia tão especial continuar vivo no lar de vocês”.

É especial quando é feito com carinho, quando até os mínimos detalhes são escolhidos pensando nos noivos, né? Eles trocaram votos, curtos e diretos. Trocaram olhares, carinhos e sorrisos largos e sinceros. Por fim, quando todo mundo já estava começando a se recompor da emoção, ele surpreendeu e cantou Fly me to the moon pra ela. Tudo combinado e ensaiado com a Áquila para ser perfeito. E foi. Sinceramente, de todo o meu coração, não poderia ter sido mais perfeito.

O look dos noivos

Uma das partes mais gostosas dos preparativos, na minha opinião, foi escolher o traje dos noivos. Primeiro fomos com a Carol lá na Poizon Cymbeline e dentre os muitos vestidos maravilhosos que ela experimentou, escolheu esse modelo, do estilista Eddy K Bridal, com um efeito que as meninas explicaram chamar “efeito molhado”. Ele tem um brilho leve, discreto e na medida certa. Não brigou nada com o horário, nem com o estilo da cerimônia e combinou direitinho com a Carol e com a Casa Ateliê. Eu, particularmente, achei a escolha perfeita.

O Thiago não quis que ela visse o terno, então eu e a Camila ficamos com a responsabilidade de ajudá-lo a escolher o que usar, lá na Tetê Rezende, e confesso que foi muito mais fácil que imaginamos, graças à consultoria maravilhosa que recebemos por lá. O primeiro terno que ele vestiu, já foi o preferido de todo mundo e nenhum dos que ele experimentou depois chegou aos pés do primeiro. A Cris acertou em cheio, de primeira!

A decoração de dentro

Isso tudo aconteceu do lado de dentro da casa. Escolhemos fazer assim porque aquelas paredes tinham que fazer parte desse momento e porque achamos que a festa seria mais animada e descontraída lá no quintal. E foi, com direito a gente dançando e cantando até a última música, mas isso é assunto pra mais um post.

Do lado de dentro, a Mari, da Fest Mobille, optou por substituir a mesa do bolo, por um cantinho do bolo. Tudo mais descontruído, mais leve e maravilhoso. O tom das flores combinava direitinho com as paredes, com o aparador azul e os detalhes de azulejo português. Os docinhos da Café com Bombom (que eu amo) perfeitamente acomodados nas forminhas feitas pela Rosa Chá e o bolo (delicioso, por sinal) da Danda Duarte finalizaram a composição que encantou a todos que passavam por lá. Todo mundo quis tirar foto naquele fundo.

Na sala ao lado, uma surpresa. Um cantinho cheio de amor contava um pouquinho da história deles, com fotos desde o início do namoro e trechos da cerimônia escrita pela Renata. Por fim, tinha a linda Sala Rosa, um cantinho ao lado da festa, pra quem quis fugir um pouco da música e mesmo assim não ficar de fora.

Foi um sonho. Um sonho de verdade, que até agora me emociona quando lembro de cada detalhe. Não tenho palavras suficientes para agradecer a cada um dos fornecedores que acreditou no nosso trabalho, que embarcou de cabeça e que sonhou junto com a gente. Também não tenho palavras para agradecer à Carol e ao Thiago, que confiaram a duas desconhecidas o maior sonho da vida deles. Por fim, preciso agradecer a vocês, que acompanharam tudo ao vivo, nos Stories e por aqui, sempre com palavras de carinho, perguntas e mil elogios. Vocês não fazem ideia do quanto isso tudo é especial.

Continuem acompanhando, porque semana que vem vou contar todos os detalhes da festa e do lado de fora da casa. Tenho certeza que vão amar e que o bate-papo sobre esse Mini Wedding tão personalizado, cheio de amor e significado, ainda vai render muito!

Organização: Camila Gomes (Casamento Sem Erro) e Letícia Godoi (Caso eu Case) | Assessoria e cerimonial: Oba Eventos | Local: Casa Ateliê | Fotografia: Val + Wander | Vídeo: Enfim Nós Filmes | Vestido de noiva: Poizon Cymbeline | Acessórios: Márcia Marquez | Traje do noivo: Tetê Rezende Unique | Traje damas e pajens: Princess Damas | Buffet: Alvina Bitencourt | Decoração: Fest Mobille | Flores: Holambelo | Celebrante: Renata – Conto de Vista | Convites: 4 You Casamentos | Cabelo e Maquiagem: Clarisse Padilha | Unhas noiva: Studio Marccia Roberta | Espumantes: Mon Caviste Vinhos | Bolo: Danda Duarte | Doces: Café com bombom | Forminhas: Rosa chá forminhas | Pão de mel: Schokolade | Música cerimônia: Áquila | Música festa: DJ Lucas Maia | Segurança: Victory Eventos | Noite de núpcias: Leroy Viagens | Lista de presentes: Camicado | Site de casamento: Casar ponto com | Cerveja Artesanal: Grab The Beer | Coreografia: Mel Villa – Ponto da Dança

Comente ♥