As 10 melhores dicas que recebi no meu casamento

Use um chinelo com salto – A costureira que ajustou meu vestido sugeriu que, na hora de trocar o sapato, eu colocasse uma havaiana de salto. Fui um pouco resistente, por não achar o chinelo bonito, mas ela estava certa e foi uma ótima escolha. O vestido não arrasta tanto, fica super confortável, a postura fica mais bonita que de chinelo, o pé não dói e ninguém percebe.

Entre olhando para o noivo – Li em algum dos meus blogs de casamento preferidos que as noivas ficam tão atordoadas que acabam entrando no casamento olhando para os lados, para o chão ou para as pessoas e, geralmente olham pouco para o noivo. Fiquei com isso na cabeça e vou contar pra vocês… É uma emoção sem tamanho olhar nos olhos do amor da sua vida nesse momento!

Se não amou, troque o penteado – Tive muita dificuldade de escolher o cabelo, porque queria muito usar ele meio preso, mas achava que o preso seria mais confortável e duraria mais. Fiz o teste com o cabelo preso e ficou lindo, fez o maior sucesso, mas eu não me sentia eu mesma. Conversei com uma amiga e ela me disse “se não amou, muda”, e ainda bem que mudei! Marquei outro teste, troquei o penteado e fiquei super feliz.

Não esqueça da Caneta – Tanto no casamento civil, quanto no religioso, a assinatura dos noivos e dos padrinhos rende fotos lindas, mas em meio à tanta coisa para resolver, a maioria das noivas acaba esquecendo de separar uma caneta bonita para esse momento. Eu fui uma delas e, ainda bem que recebi esse conselho, ou acabaria assinando com uma caneta qualquer que alguém tivesse na bolsa. Meu avô tem uma coleção de canetas, me emprestou uma pra usar no casamento e ficou todo orgulhoso… foi super legal!

Não se desespere com detalhes muito pequenos – Minha mãe sempre me disse: “dê a cada coisa o seu tamanho”… Sim, eu sei que o casamento é feito de detalhes e que são eles que deixam tudo tão especial, mas em alguns casos, a ansiedade das noivas transforma um microdetalhe em uma coisa super importante e acabam gastando tempo, dinheiro e ficando nervosas demais com coisas que, no final das contas, fazem pouca diferença.

Se os noivos dançarem, a pista vai bombar – É verdade, queremos cumprimentar e abraçar todo mundo, dar atenção para as pessoas que a gente mais gosta, sentar, comer, descansar. Principalmente quando os noivos não são muito baladeiros (como é o meu caso), dá aquele medo da pista de dança ser um fracasso, mas me falaram isso, e é verdade: basta os noivos estarem na pista (e o DJ ser bem animado, é claro) que a festa vai bombar. Os convidados estão lá para curtir a festa com vocês e, se estiverem dançando, vão atrair todo mundo para a pista.

Algumas coisas irão dar errado, não surte – Planeje e se organize, faça o que der com antecedência e deixe tudo que puder pronto antes do dia, mas por mais organizada que você seja, por melhor que seja o seu cerimonial, por mais detalhado que seja o planejamento, existe sempre a chance de alguma coisinha dar errado, não adianta surtar. Cabe a cada um dar o tamanho certo às coisas e deixar para desesperar apenas se algo muito grande não funcionar. Acontece de esquecer alguma coisa em casa na hora de ir para o salão (eu esqueci o vestido!), algum padrinho chegar atrasado, alguma madrinha não gostar do cabelo, algum pajem ou dama não querer entrar… Imprevistos são normais e comuns, mas não podem tirar a mágica desse dia porque, de verdade, a grande maioria deles será resolvida sem que ninguém perceba e sem causar nenhum problema.

Confie nos fornecedores que escolher – A parte difícil em relação aos fornecedores é a escolha. Pense com carinho, pesquise bastante e contrate aqueles que te passarem a confiança necessária para que, no dia do seu casamento você consiga relaxar e aproveitar cada segundo sem precisar preocupar se cada detalhe vai funcionar. Com certeza, se a escolha foi boa, tudo vai sair ainda melhor que o que você planejou.

Faça um casamento que combine com os noivos – Li em um blog por aí que o melhor elogio que os noivos podem receber é “está tudo a cara de vocês” e, na minha opinião, isso é verdade. Em um casamento que parece com os noivos as pessoas se sentem acolhidas e conseguem ver o casal em cada detalhe. Lembre-se disso quando for escolher as coisas, desde o vestido, até o horário, o local e a comida. Não deixe o gosto e personalidade de vocês de lado, assim terão um casamento único e ainda mais especial.

Deixe as pessoas participarem e se sentirem especiais – O dia é dos noivos e deve sim ser focado neles, mas deixar seus convidados felizes é fácil e não faz mal a ninguém. Coloque o nome das solteiras na barra do vestido, todas vão gostar, e não custa nada. Reserve uma mesa para a família dos noivos e para os padrinhos, que vão demorar a entrar na festa por causa das fotos. Avise ao cerimonial sobre pessoas que precisam de uma assistência especial ou tenha alguma peculiaridade de alimentação. Tire foto com todo mundo que pedir, afinal todos os convidados querem ter uma foto com os noivos, ou pelo menos um deles. Tente cumprimentar todo mundo e, se possível, pelo nome e sem frases prontas, seus convidados vão se sentir que a presença foi realmente importante. Não existe regra, é claro, mas algumas coisas pequenas podem fazer uma enorme diferença.

6 comments / Add your comment below

  1. Letícia, muito feliz em ler suas dicas e postagens tão carinhosas e cuidadosas com as noivas. Isso me faz relembrar o seu casamento que foi muito acolhedor e lindo, muito emocionante. Com certeza você tem muito a compartilhar.

  2. Essa dica da caneta é GENIAL! A dos noivos na pista de dança também, e é super verdade! Os convidados sempre vão querer estar onde os noivos estão. Obrigada pelas dicas!!

Comente ♥