6 dicas para ajudar a fazer a lista de convidados

Tá aí um assunto que assusta, tira o sono e deixa a grande maioria das noivas desesperadas. Separei algumas dicas para ajudar a fazer a lista de convidados e facilitar um pouquinho o trabalho de vocês, para que todas as etapas dos preparativos sejam lindas e sem muito stress. Pega o papel e a caneta (ou a planilha do excel, pra quem não é a louca da papelaria igual eu), cria coragem e vamos lá!

♥ Façam a lista bem no comecinho dos preparativos

Eu sei, sei que parece esquisito fazer uma lista de convidados tanto tempo antes de um evento. Sei também que muitos casais começam a olhar as coisas do casamento ainda para sondar, sem nada muito definido, só pra ver se vai dar pra fazer. Sei ainda que pensar nisso tão cedo dá a impressão de um trabalho inútil, já que até chegar a época do casamento, muita gente vai sair e entrar dessa lista. Sei disso tudo, e ainda assim, continuo falando pra você fazerem a lista antes de qualquer outra coisa. É muito importante saber um número estimado (é claro que vai ser estimado) de convidados para que vocês possam começar a fazer orçamentos, a olhar lugares e a colocar no papel como seria o casamento ideal. Não adianta muito sonhar com um mini wedding, se a lista no final das contas for ter 400 pessoas, nem fazer de tudo por um lugar específico que não caberá todos os convidados.

♥ O jeito mais prático e eficiente é cada um fazer uma lista e depois juntar todas

Fazer a lista de convidados dá um pouco de preguiça, especialmente nos noivos. Em um mundo ideal, vocês dois sentariam juntos e elaborariam uma lista bonitinha, sem problemas e com todos os impasses resolvidos. Como é um assunto delicado e um pouco trabalhoso, sugiro que cada um (inclusive os pais, se for o caso) faça uma lista com as pessoas que gostaria de convidar e, depois dessa primeira lista pronta, vocês sentem juntos para debater possíveis cortes e chegar em um consenso. É mais fácil fazer assim, quando todo mundo já pensou direitinho sobre o assunto, do que tirar uma lista completa do zero.

♥ Vale a pena fazer a lista com o máximo de informações possível

Na minha opinião, fazer a lista de convidados é uma das coisas mais chatas do casamento. Dá trabalho, gera discussão (de quem deve ou não ser convidado), dá dor de cabeça e vontade de jogar tudo para o alto e fazer um Elopement Wedding, especialmente quando a lista sai bem maior que o esperado. E olha que eu adoro casamentos e adoro fazer listas de tudo. Tendo isso em mente, acho super válido começar a fazer a lista quando estão super animados com o casamento e ainda não “cansaram” do assunto. E como já vão gastar tempo fazendo isso, sugiro fortemente que já coloquem as informações da forma mais completa possível, poupando um trabalho chato mais pro final, quando vocês já vão estar mais cansados e com a ansiedade a mil. É importante ter o nome e sobrenome dos convidados (e acompanhantes), inclusive das crianças e, se for possível, é bom já separar as pessoas por convites, para facilitar na hora de encomendá-los.

♥ Para um número mais real de quantas pessoas irão ao casamento, faça uma lista positiva e uma negativa

Quem já começou a olhar as coisas do casamento, deve ter lido sobre a quebra dos convidados. Esse é o percentual que, geralmente, não comparece ao casamento e gira em torno de 15% a 20% do número total. Sendo assim, você pode convidar um pouquinho a mais do número contratado, ou contratar os serviços para um número de pessoas um pouquinho menor que a lista. Muita gente exagera (eu, por exemplo) e fica sofrendo com isso quando chega perto do casamento, então é muito importante ter cuidado, afinal de contas, é uma estimativa e varia muito em cada caso. Para ter um número mais real de quem efetivamente irá ao casamento, a Bel Ornelas já deu a dica de fazer uma lista positiva e uma negativa, e eu adorei essa ideia: você faz duas listas provisórias, a primeira com quem você tem certeza que vai (certeza mesmo, tipo pai, mãe, padrinhos…) + o resto dos convidados e outra de quem você tem certeza que não vai + o resto dos convidados. A média entre as duas listas é um número aproximado de pessoas que devem ir ao seu casamento.

♥ Use um modelo de lista, para ficar mais organizado

Muitos blogs e alguns daqueles planners de noiva tem um modelinho de lista, que geralmente é uma planilha bonitinha do excel com os campos que você deve preencher. As informações variam um pouquinho, mas geralmente tem o nome do convidado, dos acompanhantes, se é do noivo, da noiva ou das famílias e endereço (para cartões de agradecimento ou convite pelo correio). Na época do meu casamento, fiz uma adaptação das planilhas da Constance Zanh e da Fernanda Floret. Vou dar uma organizadinha nela e disponibilizo aqui pra vocês, se quiserem.

♥ Tenham paciência

Deixei essa dica por último, não porque ela é a menos importante, mas porque é a que eu quero que fique mais fresquinha na memória. Paciência é fundamental! Paciência com o noivo enrolando pra fazer uma listinha de nada, paciência com a sogra querendo uma lista maior que a sua, paciência com seus pais querendo convidar pessoas que só te viram bebê, paciência com as pessoas do trabalho querendo saber se vão ser convidadas… Muita paciência. É importante saber ceder um pouco (não é porque é o seu casamento, que tem que sair falando verdades e soltando os cachorros com todo mundo), da mesma forma que é fundamental saber mostrar o seu espaço. Os preparativos do casamento são um treinamento para o que está por vir e a lista é só o primeiro deles.

Comente ♥